2006-09-11

ALPEDRINHA NOS AÇORES

Alpedrinha vai estar representada na Região Autónoma dos Açores, de 15 a 19 de Setembro. Esta representação estará a cargo do Grupo de Música Popular da Casa do Povo de Alpedrinha, em digressão por Ponta Delgada, na ilha de São Miguel. Nesta deslocação estão marcadas duas actuações, no sábado e no domingo e, segundo Joaquim Rosa, Presidente da Direcção daquela colectividade, "duas actuações estão certas, mas a organização garantiu-nos que irá ter lugar mais uma ou duas."
A Casa do Povo de Alpedrinha tem ganho papel de destaque no meio cultural, pelas actuações que tem feito, não só com o Grupo de Música Popular, mas também com o Rancho Folclórico. Exemplo disso, foi a recente participação (dias 10 e 11 de Setembro) do Rancho, no Festival de Folclore que teve lugar em Albufeira (Algarve).
Esta Associação tem levado o nome de Alpedrinha e do Concelho do Fundão pelo país fora, mesmo com fracos apoios financeiros.
Creio ter chegado o momento, para que todos tomemos consciência da importância desta colectividade no panorama cultural. O apoio de todos é vital para que a Direcção prossiga com este excelente trabalho.
Não posso deixar de dar os parabéns a toda a Direcção, pelo trabalho, dedicação e esforço que têm mostrado.
Foto: António Rosa

3 comentários:

petratinea disse...

Bom dia Fernando, de facto estive em Alpedrinha, pena não o ter conhecido pessoalmente mas outras oportunidades virão, em Dezembro estarei lá nos Presépios.

Abraço

paula silva disse...

Espero que o grupo alpetriniense tenha sido muito bem recebido nos Açores, e que as actuações tenham sido um sucesso.
Fernando, na Feira dos Chocalhos vi-te através de uma vitrine onde estavas muito atarefado entre doçaria e muita clientela. espero que tenha sido uma experiência enriquecedora. A Feira esteve muito concorrida, animada e bem diversificada na oferta... As críticas que ouvi relativamente à pobreza do programa não me pareceram totalmente justas; que se queira sempre mais e melhor é saudável, mas a animação não faltou e se houvesse demais a crítica seria: não sabemos para onde nos virar com tanto grupo, tanta iniciativa, tantos palcos em simultâneo...
Só não gostei do palco junto à Farmácia, que escondeu a entrada decorativa da carroça, da arca gigante e do pipo grandioso, já imagem de marca da nossa entrada na Feira, pelo ruralismo, pela beleza dos tempos ancestrais que a memória renova nestes momentos.
Mas não há bela sem senão e a festa esteve BELA!!! Mágica, Encantadora... Levei amigos que apreciaram e o convívio foi salutar.
2007 há-de trazer-nos mais surpresas e mais encantos.. acreditemos!
Até lá, bom trabalho e mais postagens... eu vou aparecendo.

Grilinha disse...

Parabéns por haver pessoas cmo você para ajudar a divulgar a nossa cultura, tão rica e magnifica.
Voltei a interessar-me pelas minhas raizes e conforme prometi na noite do Anjo da Guarda, vou voltar a Alpedrinha brevemente.
Desta vez vou acompanhada de mais familiares que passaram comigo as férias de infância e adolescência em Alpedrinha.
Lá para meados ou finais de Outubro lá estaremos 3 ou 4 casais de primos/as a visitar a terra que viu nascer e crescer os nossos avós e pais e que nos proporcionou belos momentos.
Um abraço Fernanda Grilo