2007-07-11

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

A Assembleia de Freguesia de Alpedrinha, reuniu em sessão ordinária, no passado dia 12 de Julho, pelas 21:30, no Salão da Sede da Junta de Freguesia, com a seguinte ordem de trabalhos:
1- Período de antes da Ordem do Dia;
2- Período da Ordem do Dia;
2.1- Apresentação da informação escrita do Sr. Presidente da Junta de Freguesia, acerca da actividade e situação financeira da Freguesia;
2.2- Análise e votação do contrato de prestação de serviços proposto pelos CTT - Correios de Portugal, S.A. à Junta de Freguesia de Alpedrinha;
À semelhança das sessões anteriores, o primeiro ponto da Ordem de Trabalhos foi incluído no ponto 2.1, aproveitando a informação escrita do Senhor Presidente da Junta sobre a actividade da autarquia. Vários foram os pontos de interesse salientados na mesma informação. Além das representações que o Senhor Presidente da Junta fez neste período, é de salientar as muitas reuniões levadas a cabo por este membro do executivo. Das quais destaco as reuniões:
- Com o Sr. Eng. Brás (CMF) sobre diversas obras, como as valetas do caminho do Pontão, saneamento básico das Termas da Touca, arranjo da estrada da Touca, limpeza e mudança do ribeiro na Rua do Areal e o projecto do saneamento básico do Bairro de Santa Maria Madalena;
- Com o Sr. Vereador Paulo Fernandes (CMF) sobre a recuperação do Palácio do Picadeiro e Zona Histórica de Alpedrinha, Feira dos Chocalhos 2007 e Termas da Touca;
- Com o Sr. Eng. Gil do Conde (SCUTVIAS) acerca da informação prestada pelos geólogos na ligação de Alpedrinha à A23;
- Com o responsável dos CTT, sobre os CTT de Alpedrinha;
- Com o delegado do IPJ, Dr. Miguel do Nascimento, para definir e Feira e o Acampamento Transfronteiriço da Juventude, que decorrerá em Alpedrinha nos dias 28 e 29 de Julho do corrente ano;
- Com o Sr. Vereador Henrique Dias (CMF) acerca das análises da água das Termas da Touca, das obras que a escola pré-primária necessita e também sobre o funcionamento da biblioteca;

Depois de todas as explicações do Senhor Presidente da Junta de Freguesia, outros foram os temas aflorados pelos elementos que compõem a AF. Relativamente ao concurso do Cartaz/Muppie, a oposição criticou a forma como os trabalhos foram avaliados e o facto de nenhum dos trabalhos ter sido vencedor. A total confiança dada aos membros do júri foi o argumento utilizado pela maioria para justificar a sua escolha, salientando que foi uma decisão unanime.
De ambas as bancadas ficou a preocupação do estado do Largo da Fontaínha e da calçada da “Rua Corrente”, uma vez que se aproximam dois eventos de enorme importância para Alpedrinha, como é a Feira da Juventude e os Chocalhos 2007.
A bancada da maioria criticou ainda o facto da CMF ter alterado a data dos Chocalhos para o fim-de-semana de 21, 22 e 23 de Setembro, uma semana depois da data habitual nas anteriores edições. Esta alteração, no entender da maioria, deveu-se a pressões exercidas pelos responsáveis da Festa de Santo Estêvão da Póvoa de Atalaia e da Santa Lúzia do Castelejo.
Quanto à temática dos CTT de Alpedrinha, o contrato de prestação de serviços proposto à Junta de Freguesia foi aprovado, mas com algumas alterações. Fica-se agora à espera da resposta por parte dos CTT-Correios de Portugal, S.A
Foi ainda acrescentado um ponto na Ordem de Trabalhos, referente a uma proposta da JF, que veio a ser aprovada por unanimidade, propondo a integração de todos os elementos da AF na comissão a constituir para organização e avaliação dos Chocalhos 2007, ficando marcada uma reunião da mesma para o próximo dia 31 de Julho.
O público presente foi em pequeno número (3), o que se lamenta. Depois da sessão anterior ter sido muito promissora, o facto é que, infelizmente, tudo voltou à normalidade, ou seja, à baixa participação por parte da população.

1 comentário:

Pedro Leitão disse...

Olá Fernando. Realmente a assembleia foi pouco concorrida, eu estive lá, como sabes.
Aproveito teres divulgado o conteúdo da mesma para dizer que provavelmente a razão de tão fraca afluência se possa dever ao enfadonho que se tornam e porque não dizer, pela falta de temas interessantes que entusiasmem e envolvam os Alpetrinienses.